Luz Advogados Associados

Empregados impossibilitados de comparecer ao trabalho não podem ter salário descontado

Completando nove dias, a greve dos caminhoneiros segue com destino incerto, apesar das concessões feitas pelo governo federal. O desabastecimento de produtos se espalha por todo país paralisando a indústria e empresas, deixando funcionários de braços cruzados e, em muitos casos, a pé, já que o funcionamento dos serviços de transporte é um dos mais afetados.

Entretanto, os prejuízos causados pela interrupção do trabalho neste cenário não podem ser repassados aos empregados, que, não poderão ter as horas não trabalhadas descontadas de seu salário se tiverem sido, de fato, impossibilitados de comparecerem ao serviço devido à greve. A regra está prevista na CLT, mais precisamente no artigo 61, parágrafo 3º.

Fonte: Exame Abril

Av. Barão Homem de Melo, 4500, sala 1212 e 1213 - Cep: 30.494-270
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil - Fone: (31)3643-3793
secretaria@luzadvogadosassociados.com.br
Pub Web